Tondela 0-4 Benfica: depende do adversário

O Benfica conseguiu ontem uma expressiva vitória na deslocação a Aveiro para defrontar o modesto Tondela. Os quatro golos sem resposta não disfarçam a sensação de que este SLB de 2015/16 joga consoante o que o adversário deixa. No entanto, só com vitórias é que uma equipa começa a crescer e a ganhar confiança para se impor com todos os adversários. Frente a um Tondela que também vive um mar de incertezas fica a vitória, a primeira fora para o campeonato, e o final da série sem marcar golos longe do Estádio da Luz. 


Agora segue-se jogo decisivo da Liga dos Campeões frente ao Galatasaray. Já terça-feira no Estádio da Luz.
Read More

Jorge Jesus volta a atacar o Benfica

A troca de palavras entre Benfica e Sporting está para durar. Desta vez, é Jorge Jesus novamente o protagonista, ao dizer numa entrevista à GQ que Rui Costa é o único elemento da estrutura do Benfica que percebe de futebol.

Jorge Jesus conta que no regresso à Luz, no passado domingo, não esteve com os seus ex-jogadores mas apenas com Rui Costa, a quem tece os maiores elogios. “Ele é o único elemento daquela estrutura que percebe de futebol, é o único elemento que tem algum conhecimento das coisas. É, na minha opinião, o elemento que dá àquelas pessoas que gravitam todas à volta da estrutura do futebol, e que não entendem nada daquilo, alguma sustentabilidade ao nível do conhecimento do jogo e do jogador”, diz Jesus na entrevista à GQ, cuja nova edição chegará às bancas na próxima semana.

“O eventual futuro que o Benfica possa ter no futebol ou passa pelo Rui Costa, ou não passa por ninguém”, diz Jorge Jesus, com quem o Benfica está em litígio pedindo uma indemnização de 14 milhões de euros por quebra de contrato.

Nesta entrevista, o treinador do Sporting falou ainda sobre a sensação que teve no regresso à Luz, onde os “leões” venceram por 3-0. “"Senti respeito. Senti que ali passei momentos felizes da minha carreira desportiva, mas, neste momento, estava do outro lado. Normalmente, estava no banco oposto àquele... Nada disso mexeu comigo porque sabia que estava a dirigir outra equipa. Tinha de estar com a minha autoconfiança como quando estava sentado no outro banco, neste caso, do rival.”

E sobre a reacção dos adeptos – foi assobiado – disse que não ficou surpreendido: “Não esperava que me aplaudissem, não esperava que me dessem flores.”

Jesus foi ainda confrontado com a imagem que algumas pessoas têm dele: a de que é arrogante. E respondeu de forma curiosa, confessando que gosta do confronto: “Às vezes, se calhar, parece que tenho um pouco de arrogância. Mas, às vezes, também sei que tenho, quando quero e para quem quero. Conforme os momentos. Dá-me gozo. Eu gosto do confronto, e como gosto do confronto aquilo que vocês transformam em arrogância é um pouco isso. É um pouco fazer sentir ao outro: ‘Queres confronto? Então vamos lá para o confronto!’”

Nos excertos da entrevista divulgados pela GQ, fica ainda a saber-se o momento que Jorge Jesus considerou ser o mais difícil de gerir na sua carreira: o empurrão que o avançado Oscar Cardozo lhe deu, após a derrota na final da Taça de 2013. “Mas, depois, consegui resolver com alguma facilidade porque ele é um miúdo bom. Aquilo foi um momento, não digo de loucura dele, mas de algum desequilíbrio emocional porque tínhamos perdido duas finais numa semana."

Fonte: publico.pt
Read More

Suspeitas de corrupção em Alvalade

Agora o feitiço virou-se contra o feiticeiro. As más línguas mudaram-se para o outro lado da 2ª circular.

A derrota dos albaneses do Skenderbeu em Alvalade, no passado dia 22, por 5-1, em partida referente à 3.ª jornada do Grupo H da Liga Europa, não mereceu muitos comentários no mundo do futebol. Afinal de contas, uma equipa albanesa a ser goleada (ainda por cima na condição de visitante) não é novidade. E nem o facto de o Sporting ter apresentado vários suplentes levantou grandes suspeitas. Contudo, não deixou de ser estranha a forma como os futebolistas do campeão da Albânia cometeram dois penáltis escusados na primeira parte ou como ficaram em desvantagem numérica também antes do intervalo.

Uma semana volvida, porém, ficou a conhecer-se um volume invulgar de apostas em torno da partida. E no entender da Federbet, a associação que monitoriza a maioria das casas de apostas com o intuito de impedir os jogos combinados, há alguma coisa que não bate certo. De resto, o Skenderbeu já tem atrás de si um historial com mais episódios considerados, no mínimo, suspeitos. Por isso mesmo, e apesar da UEFA estar atenta ao caso mas sentir-se “de mãos atadas”, a Federbet ameaça denunciar o clube albanês à polícia suíça. Isso mesmo foi noticiado em Espanha através do “El Confidencial”.

O lance do 4-0
Para além das situações invulgares da primeira parte e do “patrocínio” do guardião albanês no lance do 4-0, o que fez disparar o alarme da Federbet foi o que se passou nos últimos minutos. Com a partida decidida - e apesar do Sporting ter um homem a mais, jogar em casa e ser muito mais forte -, a lógica diria que poderiam aparecer mais golos, mas o comportamento dos apostadores foi contrário ao habitual. Quando Tobias Figueiredo assinou o quarto golo dos leões, aos 69 minutos, um eventual quinto remate certeiro pagava 1,55 por cada euro apostado. Depois, e com o passar dos minutos, a odd subiu para 1,68 aos 72’. Tudo normal, pois quanto mais se aproxima o final do encontro, a tendência é subir o prémio para quem aposta em mais golos e baixar a recompensa de quem acredita que o resultado não vai sofrer alterações. A questão é que a partir dos 72 minutos entrou imenso dinheiro em jogo. Quando o volume não é exagerado, as casas de apostas nem alteram as odds, mas quando a verba ultrapassa determinado limite é preciso reagir. E é aqui que tudo fica difícil de explicar. Com o relógio a andar, de repente o que deveria estar a valer 1,7 ou 1.8 caiu para 1,33.

“Minuto a minuto as apostas para o total de golos e para a diferença entre as duas equipas revelavam apostas contra toda a lógica”, explicou ao “El Confidencial” o secretário geral da Federbet, Francesco Baranca. E a verdade é que o 5-0 surgiu aos 77 minutos...

Baranca diz ainda que pode existir uma razão para a expulsão, para os penáltis sem razão aparente e para o “frango” do guarda-redes do Skenderbeu. “Segundos nos informaram várias testemunhas, quando uma partida está ‘controlada’, os jogadores que fazem coisas sem razão aparente podem estar a fazê-lo para receber bónus”. Esta forma de actuar tem quase sempre como origem a Ásia e os especialistas estimam que numa partida da Liga Europa, com estes “truques”, se pode ganhar entre 5 a 10 milhões de euros.

Para a Federbet tudo poderia ter sido apenas e só um mau para a equipa albanesa, pois isso pode suceder até às grandes formações mundiais. Porém, não é preciso recuar muito no tempo para encontrar mais situações suspeitas envolvendo este clube deveras misterioso que esteve para desaparecer em 2009, antes de ser comprado por um empresário local que, num ápice, levou a equipa à conquista dos derradeiros cinco campeonatos locais, a “via verde” para a entrada nos jogos que valem muito dinheiro no mercado das apostas ilegais.

A Liga dos Campeões
A 21 de julho, nas pré-eliminatória da Liga dos Campeões, o Skenderbeu atuou na Irlanda da Norte, contra o Crusaders, depois de ter ganho por 4-1 em casa. Aos 78 minutos, os albaneses lideravam 2-1 face a um conjunto semi-profissional. De repente, as apostas viram contra a lógica e passa a ser mais expectável um novo golo dos norte-irlandeses. “A odd devia estar por volta dos 5 euros por cada um apostado, mas face ao dinheiro que entrou acabou em 1,9”, recorda Baranca. E o que é aconteceu? O Crusaders marcou dois golos nos descontos… Em jogo estavam entre 1 e 3 milhões de euros em apostas “anormais”.

Em agosto, na segunda mão do playoff de acesso à Liga dos Campeões, o Dínamo Zagreb (onde alinham vários futebolistas portugueses) estava comodamente a vencer por 3-1, em casa, depois de já ter ganho o primeiro duelo, na Albânia, por 2-1. Com a eliminatória decidida, os croatas não queriam mais nada do jogo, pois não precisavam. De resto, até jogavam em inferioridade. Mas, aos 78 minutos, as odds indicavam apenas 1,2 para que a equipa local voltasse a marcar. A Federbet diz que, nestas condições, o valor devia andar por volta dos 2,5. A questão é que, mais uma vez, entrou um ror de dinheiro (entre 5 a 10 milhões de euros) e o Dínamo, mesmo só com 10 elementos, marcou aos 80 minutos.

Até alguém ter começado a juntar todos estes “pormenores”, o Skenderbeu era um caso de sucesso, já que nunca uma equipa albanesa tinha chegado tão longe nas pré-eliminatórias da Liga dos Campeões. Baranca estranha, contudo, a passividade da UEFA, ao contrário do que sucedeu em 2011 com os turcos do Fenerbahçe. “Que mais precisam para fazer algo? Falam do milagre albanês, até por terem conseguido a classificação para a fase final do Europeu de 2016, mas a verdade é que há 15 anos que ‘arranjam’ jogos”, denuncia, salientando ainda que existir um vice-presidente albanês na UEFA…

Fonte: record.pt
Read More

Agora já não falam de arbitragem. Tudo dito então

As semanas que antecederam o derby foram semanas de ataques constantes à arbitragem pelos responsáveis do Sporting. Um ataque brutal que já não se via há anos. Noto com curiosidade que depois do jogo nada mais se ouviu a Bruno de Carvalho sobre o caos que estaria a minar uma das áreas mais importantes do futebol nacional. Penso que então está tudo dito sobre o que se passou na Luz com Carlos Xistra... 

Os benfiquistas são diferentes, não gostam muito de colocar as culpas em terceiros dos erros próprios. Sabemos que somos muito maiores que os nossos rivais e que para ganhar basta fazermos as nossas coisas bem feitas, mesmo com tudo o que nos puderem lançar de fora. Tenho orgulho de ser de um clube assim.

Agora, isto é penalty sobre Luisão! Bryan Ruiz o culpado. Ainda com 0-0! Momentos antes do 0-1. Seria um jogo completamente diferente...


E não me venham com tretas que na área, no seguimento de um lance de bola parada, vale tudo. É falso. Os abraços, os encontrões, os empurrões, os bloqueios é uma coisa. Outra é agarrar o equipamento de um jogador. As leis do futebol são muito claras! Qualquer puxão de qualquer equipamento de um futebolista é livre directo. É o que está escrito.

Read More

O que aconteceu no Benfica?

O Sporting conseguiu ontem uma das suas maiores vitórias frente ao eterno rival Benfica. Em pleno Estádio da Luz, os leões bateram os bi-campeões nacionais por 0-3, resultado construído na 1ª parte por Teo Gutiérrez, Slimani e Bryan Ruiz. Uma autêntica humilhação servida por Jorge Jesus que deixa os encarnados longe do 1º lugar e do tri-campeonato. Do outro lado da 2ª circular está agora o líder isolado da I Liga e maior candidato ao título nacional.


Isto no futebol não há espaço para grandes dúvidas, há vencedores e derrotados. Esta temporada está a começar a parecer que vai ser um baile de Bruno de Carvalho e Jorge Jesus a Luís Filipe Vieira e Rui Vitória. Já muito aqui escrevi sobre a minha estupefacção com a escolha de Vieira de terminar um dos ciclos de maiores vitórias do Benfica e deixar fugir JJ para Alvalade. Ele é o grande culpado e terá de sair da Luz se a temporada acabar em desgraça. A famosa estrutura que não precisava de Jorge Jesus tem sido esmagada em toda a linha. Onde andou a estrutura nestas últimas semanas quando o Sporting construiu esta vitória nos media? Também aí Bruno de Carvalho goleou.
Luís Filipe Vieira cometeu o mesmo erro que o SLB já tinha cometido com Toni e Mourinho e isso dá porcaria. Pagou-se na altura e vai-se pagar agora. Sei que há muitos benfiquistas que nunca foram com Jorge Jesus, tem uma personalidade especial, para dizer pouco. Mas na vida quem coloca à frente da competência a personalidade nas suas avaliações não vai longe. Escrevo com alguma certeza no que se segue: Jorge Jesus seria campeão no Benfica este ano. Veja-se como o FC Porto está igual... Veja-se como o Benfica piorou tanto... Jorge Jesus é, com todos os seus defeitos, o melhor treinador em Portugal. De longe!

Ontem sai do Estádio da Luz com bastantes certezas, ideias que já tinha mas que ontem se confirmaram em toda a linha. Uma delas é que a aposta na formação não dá títulos. Tirando os das capas dos jornais... Vi anos seguidos a acontecer no Sporting e agora irá acontecer no Benfica. Tem piada, é engraçado, dá gozo ver os miúdos brilharem aqui e ali mas quando chegamos aos jogos grandes, onde de facto se constroem títulos nacionais, os miúdos não servem. Anos e anos a ver isso a acontecer ao Sporting sempre que ia ao Dragão ou à Luz. Estes jogos definem-se, quase sempre, na categoria individual dos intervenientes, veja-se como os avançados do Sporting, com toda a calma do mundo fizeram a diferença. Pois, mas aquele tridente custou dinheiro. Houve investimento, não se cedeu às propostas do mercado. O que há, e como eu fico de boca aberta, é uma lagartização do Benfica e uma aproximação do Sporting às ideias que levaram o Benfica ao topo do futebol português. O SLB aposta na formação e não consegue ganhar os jogos contra os seus rivais (3 jogos esta temporada 3 derrotas, nenhum golo marcado). Tem 12 jogos oficiais 5 derrotas, isto é um número horroroso.

Por fim pergunto, foi Rui Vitória que decidiu isto? Não! Quem decidiu é que é o culpado. O Sporting falido, sem ir à Champions, investiu em internacionais, não vendeu ninguém e ainda foi buscar Jesus, Falido mas investiu para sair do buraco. O Benfica não, vinha dos títulos, desmantelou o 11 tipo nos últimos anos e agora lança às feras uma mistura de miúdos com os velhos que não conseguiram grandes transferências. É a total incompetência e isso a um nível de topo custa muito caro.

Infelizmente, a minha avaliação é totalmente destrutiva, mas sinceramente depois da pré-época em que se destruiu tudo o que havia, não se pode agora tentar vender milagres. Não contem comigo para isso. Vieira - RUA! Já! 
Read More

Olé! Olé!

Foi uma noite gloriosa! O Benfica conseguiu fazer história na Liga dos Campeões ao vencer em casa do Atlético de Madrid por 1-2. Com uma exibição deslumbrante o SLB escreveu nova página de ouro na mais importante competição de clubes do mundo, a fazer lembrar noites como a de Londres (1991) e a de Liverpool (2006). Ao contrário destas duas memórias a vitória de ontem não assegura nenhuma passagem de eliminatória mas só matematicamente, pois o Benfica está agora com um pé nos oitavos de final da Champions. Aliás, 90% das equipas que venceram os dois primeiros jogos numa fase de grupos desta prova da UEFA seguiram em frente.


Uma equipa lutadora, guerreira mesmo, capaz de se levantar dos socos que o Atlético lhe consegui infligir nos primeiros 30 minutos, enorme personalidade, enorme maturidade, fantástico sentido táctico e grande qualidade individual são alguns dos adjectivos que podem ser atribuídos à equipa que Rui Vitória montou ontem na visita à capital espanhola. Foi um jogo disputado, não se tratou de um esmagamento encarnado, mas quem poderia pedir isso quando pela frente se tinha a equipa da moda do futebol europeu dos últimos anos? A equipa de Diego Simeone teve ontem o seu pior resultado europeu jogando em casa e isso é dizer muito. Ontem a equipa que não deixou uma bola por disputar e quem comeu a relva foi a lisboeta, ontem a equipa letal foi a de Vitória (2 remates no alvo = 2 golos), ontem a raça foi toda do bi-campeão nacional! Gigantes!

Foi uma vitória do colectivo, sem dúvida, mas também temos de fazer a vénia devida a alguns dos jogadores. E que posso escrever sobre Gaitán? Genial?! É pouco... O argentino mostra uma qualidade assombrosa cada vez que toca na bola, decide partidas ao mais alto nível e faz tudo isso parecer fácil. Não é. É preciso estar num patamar a que só chegam umas dezenas de jogadores.
Grande golo de Gonçalo Guedes, classe na hora de atirar à baliza, algo que faltou do outro lado nos milionários avançados colchoneros. Júlio César foi decisivo e mostrou mais uma vez grande qualidade. Também Nélson Semedo soma e segue com exibições de altíssimo nível e já ninguém ligado aos encarnados pensa no antigo defesa direito. Jardel esteve também impecável.

Read More

IBM

Temas

2011 2011/12 2012 2012/13 2013 2013/14 2014/15 2015/16 2016/17 2017/18 2ª Divisão A Bola A Magia do Futebol AC Milan Academia Seixal Académica Adeptos Agenda Aguero Aimar Ajax Alemanha Alex Ferguson Alex Sandro Amigável análise tática Andebol Anderson Talisca André Gomes André Silva Andrea Pirlo Angola Aniversário Antevisão António Salvador Anzhi Apagão Apito Dourado arbitragem árbitro Argentina Arouca Arsenal Artur Artur Soares Dias AS Roma Atlético Madrid Atletismo auto-golo Balotelli Barcelona Basquetebol Bayer Leverkusen Bayern Munique Beckenbauer Beira-Mar Belenenses Benfica Benfica B Benfica Campeão Benfica TV Bernardo Sassetti bilhetes Blatter Blogs Blogs Benfica Blogs Futebol Boavista Boca Juniores Bola de Ouro Bolt Borussia Dortmund Bota de Ouro Boxing Day Braga Brasil Brasileirão Bruno Alves Bruno César Bruno de Carvalho Bruno Paixão Buffon Bundesliga C. Ronaldo Calendário Campeão Campeonato Alemão Campeonato Argentino Campeonato Brasileiro Campeonato da Europa Campeonato da Europa 2016 Campeonato do Mundo Campeonato do Mundo de Clubes Campeonato Escocês Campeonato Espanhol Campeonato Holandês Campeonato Italiano Campeonato Maicon Campeonato Nacional campeonatos europeus CAN Canoagem Capdevilla Cardinal Cardozo Carlo Ancelotti Carlos Martins Casagrande Casillas Caso vouchers Cavani Cech Celtic Glasgow Chalana Champions Chelsea Chicotada Ciclismo clássico Coluna Conselho de Arbitragem Conselho de Disciplina contas título contrato Copa do Mundo 2014 Copa dos Libertadores Corinthians corrupção Cosme Damião CR7 Cristiano Ronaldo crónica futebol D. Kiev David Beckham David Luiz De Gea Defeso Del Piero derby Derby della Madonnina Desportivo de Chaves Desporto Di Maria Di Matteo Diego Costa Direitos TV Djuricic Domingos Doping Doyen Sports Drogba Éder Ederson El Pibe Eleições Eliseu Emerson Enke Enzo Pérez Equipa Equipas B Eredivisie escândalo Escutas Espanha Estádio da Luz Estádio de Alvalade Estádio do Jamor Estádio Dragão Estatísticas Estoril Estrelas do Futebol Euro 2004 Euro 2012 Euro 2016 Eusébio Eusébio Cup Everton FA Cup Fábio Coentrão Fair Play Fair Play financeiro Falcao FC Porto FCP Federação Portuguesa Futebol Fédération Internationale de Football Association Fehér Fernando Gomes Fernando Pimenta e Emanuel Silva Fernando Santos Fernando Torres FIFA Final Final Euro 2016 Final Liga dos Campeões Final Liga Europa 2012/13 Final Liga Europa 2013/14 finanças Fintas Flamengo Fluminense Football Leaks FPF França França 2016 Funny Football Fura-Redes Futebol Internacional Futebol Mundial Futebol Nacional Gaitán Galatasaray Garay Gareth Bale Gianni Infantino Giggs Gil Vicente Glorioso SLB Golden Boy Golo de Bicicleta Golo de Calcanhar Golo de Livre golo do ano Golo do Dia Golo Fantasma Gonçalo Guedes Grimaldo Guarda-Redes Guardiola Gyan Hat-Trick História Holanda Hóquei em Patins Hulk Ibrahimovic IFFHS Inferno da Luz Inglaterra Iniesta Inter International Board Itália Jackson Martínez James Rodríguez Jardel Jardel (33) Javi Garcia Jimmy Hagan JJ JO Joaquim Oliveira jogadores Benfica Jogos Olímpicos Johan Cruyff John Terry Jonas Jorge Jesus Jorge Mendes Jorge Sousa Jornal Jornal Record José Gomes José Mourinho José Pratas jovem promessa Júlio César juniores Jupp Heynckes Juventus Kaká Kardec Kelvin Klose Kompany La Liga Lampard Lazio Lázio Lebron James Leicester Leis do Futebol Léo Leonardo Jardim lesões Lewandowski LFV liga Liga BBVA Liga da Verdade Liga das Nações Liga dos Campeões Liga Europa Liga Inglesa Liga Nos 2014/15 Liga Nos 2015/16 Liga Nos 2016/17 Liga Nos 2017/18 Liga Orangina Liga Portuguesa Liga Portuguesa Futebol Profissional Liga Zon Sagres Liga Zon Sagres 2012/13 Liga Zon Sagres 2013/14 Ligue 1 Lima Lindelof Lionel Messi Lisandro López Liverpool Ljubomir Fejsa Londres 2012 Lopetegui LPFP Luís Figo Luís Filipe Vieira Luisão Maicon Man. City Man. United Manchester City Manchester United Mantorras Manuel Fernandes Maracanã Maradona Mário Wilson Marítimo Markovic Matic Maxi Maxi Pereira Medalheiro Melgarejo melhor marcador melhores golos 2013 melhores golos 2014 melhores golos 2015 melhores golos 2016 Mercado Mesquita Alves Messi Mexes México Miccoli Michael Jordan Mitroglou Modalidades Moreirense Mourinho Moutinho Mundial 2014 Mundial 2018 Mundial Clubes Museu Cosme Damião Nacional Nani Nápoles NBA Nélson Oliveira Newcastle Neymar Nike nº 10 No Name Boys Nolito novo contrato Nuno Espírito Santo Nuno Gomes O. Lyon Oblak Ola John Olegário Benquerença Olhanense Olheiro Olivedesportos Os três grandes Ozil Paços de Ferreira Pantera Negra Paolo Maldini Parceiros Paulo Bento Paulo Fonseca Pedro Proença Penafiel penalty Pepe Petardos Petit Phelps Ping Pong Pinto da Costa Pizzi PJ Platini Polvo Portugal Portugal Campeão 2016 Postiga pré-época Premier League Prémio Puskas PSG PSV Ramires Raúl González Raúl Meireles Real Madrid Recordes Red Pass Reforços Regulamentos 72 horas Rei Eusébio relatório contas Renato Sanches Ribery Rio Ave Riquelme River Plate Robben Roberto Carlos Rodrigo Rodrigo Mora Rojo Ronaldinho Ronaldinho Gaúcho Ronaldo Ronaldo vs Messi Rooney Rúben Amorim Rui Costa Rui Vitória Rússia SAD Salvio Samaris Saviola SCB Scholes Scolari SCP Seferovic Selecção Sérgio Conceição Sergio Ramos Serie A Sevilha Shevchenko Simão Sabrosa Sistema SL Benfica SLB Slimani sorteio Sport Lisboa e Benfica Sport tv Sporting Steven Gerrard Suárez sub-20 Suécia Suiça Sulejmani Super Maxi Supertaça Taça da Liga Taça da Liga Inglesa Taça das Confederações Taça das Nações Africanas Taça de Portugal Taça do Rei Tecnologia Golo Ténis Tévez Tondela Toni Top 10 Torneio Toulon Tottenham Totti tragédia futebol Transferências Treino Triplete Twitter U. Leiria UEFA UEFA Champions League União da Madeira Urreta V. Guimarães V. Setúbal Valdés Valência Valentim Loureiro Van Persie vídeo-árbitro Vídeos/Golos Villas-Boas Vitor Baia Vítor Pereira Walcott Wesley Sneijder Witsel Xavi Xistra Zenit S. Petersburgo Zidane